10 março 2008

Quero ir pro Canadá

Tenho recebido inúmeros e-mails de pessoas perguntando como fazer para vir morar e/ou trabalhar no Canadá.

Em primeiro lugar quero deixar claro que aqui ninguém fica rico; não se iludam com reportagens exibidas na TV de que você encontrará emprego fácil e bem pago. Também não tente vir com visto de turismo ou estudos e depois ficar ilegalmente. As pessoas que conheço que vieram ilegalmente me dizem que o stress pelo qual passaram não vale a pena. Se para nós que viemos com toda a papelada em ordem as coisas já são difíceis, imagine para quem tem que ficar se escondendo pra não ser deportado?

De fato o governo canadense incentiva a imigração, abre as portas para que todos venham, mas o mesmo não acontece com as empresas e muita gente acaba esbarrando no dilema da falta de "experiência de trabalho canadense". Isto, aliado a um Inglês intermediário são fatos concretos para que você demore muito para conseguir se (re)colocar no mercado de trabalho.

Todos falam que se você for da área de informática terá emprego garantido por aqui. Cuidado! Se você não for altamente qualificado e não tiver uma boa experiência de trabalho não adianta nada.

Assim como no Brasil, a área de IT está em alta sim, mas em lugar nenhum do mundo existe emprego caindo do céu.
As pessoas interpretam mal as coisas porque existe uma grande diferença entre ser "fácil conseguir emprego aqui" e ser "mais fácil" conseguir emprego aqui do que no Brasil.

Para imigrar você tem que decidir entre e tipos de processo: Skilled Worker para a parte anglófona ou francófona (Quebec).

Em seguida, faça um teste para saber se você consegue atingir a pontuação mínima exigida para o processo como Skilled Worker. Existem 6 fatores que influenciam nesta pontuação:

Educação: até 25 pontos
Nível de fluência em Inglês/Fancês: até 24 pontos
Experiência profissional (você deve ter no mínimo 1 ano na sua área): até 21 pontos
Idade: até 10 pontos
Proposta de emprego no Canadá: até 10 pontos
Adaptação: até 10 pontos

Dos 100 pontos você deve fazer pelo menos 67; se fizer menos nem perca tempo e dinheiro aplicando para o processo.

Abaixo estão os links para os tipos de vistos mais comuns para o Canadá:

Visita/turismo
Trabalho temporário
Estudos
Imigração

Existem taxas de aplicação para o processo. Inicialmente você deverá desembolsar U$550 por pessoa e no final mais $490 para ter direito ao visto de residente permanente. Depois ainda tem gastos com exames médicos, envio destes exames para Trinidad & Tobago, emissão ou renovação de passaporte, entre outras.

Aqui você pode fazer o download do kit para aplicação para o processo.

É exigido um valor mínimo em dólares para que voê possa se manter aqui enquanto não encontra emprego.

1 pessoa: U$10.168
2 pessoas: U$12,659
3 pessoas: U$15.563
4 pessoas: U$18.895
5 pessoas: U$21.431
6 pessoas: U$24.170
7 pessoas ou mais: U$26.910

Recomendo fortemente que não tragam somente o valor mínimo porque nunca se sabe quando o primeiro emprego virá ou quanto ele pagará. Além do mais, durante o primeiro ano por aqui você terá que pagar tudo à vista, já que não tem histórico de crédito.
Muitas vezes serão exigidos depósitos para que você possa comprar algumas coisas como telefone celular, por exemplo.
Na primeira vez que adquirimos celulares tivemos que deixar $200 por pessoa durante 6 meses para que pudéssemos adquirir um plano.

Se você quiser um cartão de crédito também terá que deixar um depósito no valor do limite do cartão durante 1 ano.
Aluguel? É uma prática ilegal mas muita gente cobra 6 meses adiantados e às vezes até 1 ano.
O certo é que você pague no ato o primeiro e o último mês de aluguel.

Por aí vocês podem ver que o início da vida do imigrante aqui não é nada fácil, imagine para quem é ilegal...

Se você decidiu aplicar, então o site do consulado canadense será seu livro de cabeceira. Todas as informações e taxas relativas ao processo você encontrará nele.

Alguns sites úteis:

Grupo de Discussão Canada Immigration - lá tem muita gente boa que pode tirar suas dúvidas, mas lembre-se de fazer uma busca nos post arquivados porque é quase certeza que o assunto que você quer abordar já está lá.

Maura, me ajuda! - comunidade do Orkut que também tem muitas informações úteis.

Vou pro Canadá - esse é o blog do Gean que está sempre disposto a ajudar a todos. Ele também disponibiliza hospedagem a preços bem acessíveis.

How to live in Canada
- este é o blog em Inglês do Gean só sobre informações para quem quer imigrar.

Lembre-se: todos queremos te ajudar, mas antes de perguntar faça uma busca nos blogs e nos sites indicados porque muita gente tem a mesma dúvida que você e na maioria das vezes a resposta que você quer está lá.

Ah, e não precisa trazer panela de pressão porque aqui tem, tá?
Boa sorte!

7 comentários:

K disse...

hahahaha adorei o aviso sobre a panela de pressão! Eu, realmente, não entendo qual é o drama que o pessoal faz em torno disso. Deve ser porque minha avó me ensinou a fazer feijão na panela comum!!!

Beijo,

K.

Cristina, Sérgio e Rodrigo disse...

òla!
Pois ilegal não vale a pena ir...
è só preocupações depois...
Tens toda a razão.
Beijinho

Taís Jacques disse...

Bah muito legal vc dedicar o seu tempo para explicar tudo isso para os outros. Antes de eu fazer qualquer pergunta para quem já está aí, sempre procuro nos blogs para ver se consigo alguma informação..... Só tem uma mesmo que eu não cosegui achar na minha Área, mas não tem problema por enquanto não é tão importante assim.....

abraços,

Taís Jacques

ps: fiquei decepciona em saber pelo site do Gean, que o valor que o Canada paga de aposentadoria é muito baixo, que a pessoa tem que fazer invetimentos ou quem sabe pagar um plano complementar, tinha ouvido falar quer eles pagavam bem...Isso faz a gente repensar se vale a pena migrar....passar por todo esse frio!!!

Sandro e Família disse...

Parabéns pelo post bem detalhado que vai ajudar muitos que ainda não abriram o processo.
Quando me perguntarem vou indicar seu post.

Abração

Gean Oliveira disse...

Oi Jeanne, obrigado por citar os blogs e eh bom sempre poder mostrar como as coisas funcionam aqui ne? Nao eh simples como parece.

So complementando o que a Tais falou, parece baixo sim, porem temos que levar em conta que, juntando com o que estamos poupando no decorrer dos anos (e que voce possivelmente nao tera dividas na aposentadoria), conseguimos viver razoavelmente bem.

Depois tento explicar melhor como tudo funciona.

Um beijo!

deborasp disse...

Oi Jeanne,

Seu blog e o do Gean (vivo alugando o Gean...) são realmente muito úteis.

Peguei muitas informações nos blogs de vcs pq estou chegando dia 12 de junho em Toronto. Não para imigração, ainda não, quem sabe um dia... Vou para um curso de inglês para negócios com estágio não remunerado em TI. Espero que isto conte pontos para o meu processo de imigração.

Vou ficar só dois meses porque não achei ninguém que tivesse feito algo semelhante para me dar umas dicas. Então resolvi não investir muito. Esta informação infelizmente não achei em nenhum blog ou comunidade. O curso que vou fazer é este http://www.kaplanaspect.com/services/internship-placements-abroad.aspx

[]s

Débora

Edinho disse...

Olá, Meu nome é Eddie.
Tenho uma duvida em relação ao que vi em um site de imigração. E lá dizia que para pedir a imigração, precisaria ter faculdade ou três anos no mínimo de tecnólogo.
E outros requisitos, incluindo os 10 mil reais e etc.
Tira essa duvida pra mim, e explica se é fácil ou mais difícil conseguir emprego ai do que aqui no Brasil.
Obrigado!