28 março 2008

Algumas coisas boas

Quando se vai para outro país pensamos sempre nas grandes mudanças, mas existem pequenos detalhes que fazem a diferença e aqui eu finalmente consegui "vivenciar" estes detalhes.

Em primeiro lugar, qualquer pessoa pode processar ou ser processada. Isso pode ser bom ou ruim e é por isso que a maioria procura andar na linha. Esse país deve ser o paraíso dos advogados!

Nós seguimos regras, aliás, tem regra pra tudo! Outro dia vi um código de conduta para frequentar a piscina pública e não tinha nada a ver com coisas do tipo "não entre na água usando óleo bronzeador".

Ninguém fica te "encoxando" no transporte público senão você pode processá-lo por assédio. Já pensou se isso fosse válido no Brasil?

Se seu horário de trabalho é das 9 às 16h30 ninguém vai olhar feio porque você está saindo às 16h31. No Brasil você tem que fazer hora extra sem ganhar um tostão senão seu chefe acha que você está "desmotivado". Hora extra também serve para ser promovido. Se você trabalhar só 8 horas por dia pode esquecer!

Mesmo que o motorista esteja morrendo de pressa e xingando sua mãe enquanto você atravessa a rua no sinal vermelho, ele terá que esperar porque se ele te machucar poderá ser processado.

Ninguém fica gritando "gostosa" pra você na rua ou quando você passa em frente a uma construção.

Em muitas lojas você pode devolver o produto que comprou e receber seu dinheiro de volta sem dar maiores explicações. No Brasil eu NUNCA consegui devolver um produto ou receber o dinheiro de volta. Alguém aí já comprou aquelas coisas anunciadas na TV que garantem seu dinheiro de volta em até 30 dias se você não ficar satisfeito?

A maioria dos cachorros frequenta uma escolinha de adestramento enquanto filhotes. A-ha! Então é por isso que eles são tão educadinhos. Os meus continuam uns monstros me fazendo passar vergonha na rua.

Em diversas épocas do ano tem várias liquidações e vira e mexe você compra alguma coisa e ganha um cupom de desconto.
Toda sexta chega um jornalzinho (gratuito) aqui no prédio com as promoções da semana em lojas, supermercados, farmácias, etc. É só ler e aproveitar as ofertas!

14 comentários:

:: ultranol :: disse...

Hahaha, sobre esse negócio de efetuar troca, dá uma olhada no que eu passei esses dias... tá no nosso blog, no post do dia 20/03... não tem nem o que dizer!

Fábio disse...

É,
São essas coisas boas que motivam a gente a querer imigrar!!
São duas culturas totalmente diferentes.

Obrigado pelo post!
Abraço!

Sandro e Família disse...

Pequenas atitudes que parecem absurdas por aqui e que fazem parte do cotidiano no Canadá explicam um pouco a quantidade de pessoas na fila de espera do processo.

Boa semana

K disse...

Paraíso dos advogados, é??? Droga, vou ter que fazer Direito de novo :)

Beijos,

K.

Rogério disse...

Alguns momentos me pego pensando em coisas do dia-a-dia.

Hoje, falando com o professor de inglês pelo telefone, pensei que se toda vez que usar o tel. aí no Canadá meu coração gelar, minha cabeça girar e eu ter quase um treco para trocar simples informação, vou morrer cedinho, rs...

Abraço!

Rogério Lima

Karinny disse...

Essa foi boa mesmo! Já estou aqui faz tanto tempo que deixo de notar essas pequenas vantagens de morar na ginga!

Thiago et Silvia disse...

Adorei este post!
É nestas pequenas coisas que encontramos as diferenças.

Simone Takayama disse...

Oie !!! Acesso ao blogspot liberado por aqui !!! Pelo menos por enquanto ...
Beijos!

leticia disse...

muita coisa boa, né?
eu só queria que aqui no br as leis não fossem motivo de piada...
quem sabe um dia.

K disse...

hahaha O Julio está viajando... e, neste momento, ele está exatamente na Best Buy :)

Bjo,

K.

:: ultranol :: disse...

Pô... nem fale nessa de "processo relâmpago"... os processos agora tão levando mais de 11 meses só entre solicitarem documentos e exames médicos! Sorte de vocês que foram pelo processo regular, pois esse simplificado, de simplificado não tem nada...

fatio disse...

Eu falo que o Eithor é cachorro brasileiro: só sai na rua fazendo bagunça. Parece até aquele bando de estudante andando em downtown, querendo falar mais que a boca.

Eithor, em compensação, sai latindo do elevador pras motos, carros, pessoas, pombos até fazer tudo que precisa. Aí ele olha com cara de satisfeito e sossega. Vai entender...
hahaha

Monique disse...

Toda vez que vou ao Brasil, so me faz lembrar porque sai. Sinto muita saudade, mas sao essas coisas que vc citou e que me deixam tristes. bjs,

.::Ju::. disse...

Oi Jeanne!

Adorei o post! E quanto aos produtos comprados da TV dá pradevolver sim e receber o dinheiro de volta....sei pq minha mãe adora comprar essas tranqueiras, aqui em casa temos Ab Shapper, Facas Ginsu, Juicer Wallita, entre outras tranqueiras anunciadas, e quando minha mãe fez a besteira de comprar aquela escova milagrosa que girava e dizia deixar o cabelo bem liso sem precisar de secador ela resolveu devolver depois que aquela porcaria se enroscou no cabelo dela fazendo um nó gigante....detalhe que minha mãe tem cabelo liso escorrido e na altura do ombro, imagine alguma mulher de cabelo crespo e comprido tentando usar aquilo? É quase suicidio...mas enfim, ela ligou reclamando e devolveram todo o dinheiro depois de "uma pesquisa" de 15 minutos sobre pq ela não queria a escova assassina.

Beijos!