01 janeiro 2008

(re)Aprendendo a comer no Canadá


Em janeiro do ano passado eu ainda estava à toda pesquisando sobre o Canadá e encontrei um depoimento sobre o que se come por aqui.

Hoje posso deixar os depoimentos alheios de lado e tecer meu próprio ponto de vista.
Nunca comi tanto hambúrguer e batata frita na minha vida, ainda mais tendo o Wendy's do outro lado da rua. Quando não sei o que comer, ou pior, o que cozinhar (meu pesadelo diário) lá vou eu para uma trash food.

Também nunca comi tanto arroz e feijão. Como eu almoçava em restaurantes perto do trabalho procurava dar preferência às comidas saudáveis e menos calóricas, já que eu estava com um "enorme" problema de peso na época. De qualquer forma, o almoço era minha principal refeição. Talvez aqui continue sendo, mas deixou de ser saudável.

Eu costumava ir para a a academia de manhã e depois tomar uma xícara de chá (sem açúcar) ou de café com leite e comer uma fatia de pão de forma com queijo branco.
Aqui não tem queijo branco e quanto ao café...sem comentários, então optei por algo simples e que sustenta: vitamina de banana! Faça chuva ou faça sol lá estou eu tomando leite com banana toda manhã.

Assim que cheguei fiquei maravilhada com a variedade de comidas prontas congeladas. Experimentei todas! Claro que de vez em quando dá para comer uma para enganar, mas todo dia não tem condição. Além do mais, percebi que muitas das comidas "made in Canada" são apimentadas, então tenho optado por comprar comida americana. O que salva a pátria é um saquinho de massa pronta da Knorr.

Aqui você também encontra muita comida tailandesa e indiana prontas, que também experimentei mas não aprovei. Comprei um frango ao curry com arroz, mas o curry estava TÃO apimentado que eu desisti de comer. Depois tentei o Thai Chicken (ou algo assim) cujo sabor não me agradou.

Parti para a comida chinesa e comprei um bowl de noodles com presunto, carne...O cheiro é bem esquisito e a carne tem gosto de papel (o Pedro diz que é glutamato monossódico).

Finalmente encontrei pizza de massa fina (congelada), mas também não gostei. Fiquei imaginando aquele molho de tomate delicioso com queijo derretendo. Ilusão!!!!

Conclusão: deu empate porque as comidas congeladas lá no Brasil também não eram grande coisa. Você comia uma ou duas vezes e depois não queria mais olhar para ela.

Os supermercados têm uma grande variedade de ingredientes do mundo inteiro, isso eu acho legal, é uma diversidade ao alcance de todos.

Fiquei fã dos morangos enormes que encontro por aqui desde que cheguei. Achei que tem muita variedade de frutas e outros vegetais, muitos eu nem sei se existem no Brasil.

A carne não é lá é essas coisas, principalmente na aparência. Joguei muita carne no lixo porque ela estava ficando preta mas depois me disseram que isso é por causa do congelamento e descongelamento que ela sofre até chegar à nossa mesa. Pra mim é nojento.

Nos restaurantes eu só peço frango porque a carne tem um gosto estranho, adocicado. Minha cunhada que mora nos EUA também reclama da mesma coisa lá. Ela diz que isso acontece porque o gado é alimentado só com ração.

Custei a acertar o tempero das comidas, parece que é difícil dar sabor aos alimentos. Aí eu já não sei se os temperos são mais "fracos", isso ainda é um mistério. O que faço é colocar bastante pimentão e cebola para conseguir algum gostinho. Curiosamente a comida que se come nos fast-foods também é insossa, por isso minha opção por sanduíches.

Qualquer restaurantezinho no Brasil, inclusive aqueles"PF", serviam salada de alface com tomate, mas aqui a salada básica é geralmente à base de pimentões, cebolas e cogumelos (infelizmente a base de toda pizza também) ou então a famosa salada grega que é feita de alface, tomate e queijo feta.

Acho que além do maple syrup não se encontra uma "culinária canadense" porque a influência da China, Índia, Grécia, Thailândia, Korea (e por aí vai) é muito grande por aqui.

Com o tempo você vai aprendendo a substituir alimentos como donuts ao invés de pão de queijo num lanchinho à tarde, por exemplo. E isso eu tenho que admitir, o Tim Hortons tem uns donuts deliciosos!

Eu juro que tento me esforçar na cozinha mas ela não é minha amiga.
Como não soube o que preparar para comer ontem à noite resolvi preparar um bolo de Fanta, (veja a foto acima) receita sugerida pela minha irmã e muito fácil de fazer...não pra mim.

Depois de 2 horas no forno o bolo ainda não tinha assado, mas eu achei que tinha, então joguei leite condensado por cima (a receita falava de leite condensado com côco ralado mas eu não tinha o côco), coloquei na geladeira e fui experimentar um tempo depois. O negócio parecia um pudim duro, aí resolvi colocar no forno de novo para terminar de assar. O cheiro ficou bom porque o leite condensado cozinhou, depois queimou e o meu bolo continuou igual. Do forno ele foi pro lixo e eu tive que comprar um pacotinho de Cheetos para o meu "jantar de reveillon".

By the way, Feliz Ano para você que teve paciência de ler até aqui.

4 comentários:

leticia disse...

oh my, realmente sua aventura no maravilhoso mundo da comida canedense não tem sido das melhores... acho que vou aproveitar o seu post e colocar um curso básico de culinária na minha listinha de 2008, quem sabe assim não chego ai mais preparas.
Jeanne, feliz 2008 pra vc e pro Pedro. Que todos seus planos se realizem nesse ano que começa!

Camila Novais disse...

Oi, Jeane,

Já acompanho seu blog há um tempo e me divirto com os seus comentários. Meu marido e eu estamos nos preparando para imigrar pela província de Québec.

Sou uma negação na cozinha (preguiça!) e estou sinceramente me preparando para encará-la de frente para, quando chegar ao Canadá, preparar pelo menos o básico.

Boa sorte pra vocês dois aí sempre e um 2008 maravilhoso, cheio de conquistas para ambos!

Um grande abraço.

kika disse...

Oi Jeane,
Eu sempre fui um fracasso na cozinha. Na verdade nunca tinha chegado perto do fogão até vir para o Canadá. Agora já estou até me divertindo um pouco. Mas, minhas comidas continuam sendo nossas brasileiras: creme de milho, creme de espinafre, arroz, feijão... até feijoada já fiz para o maridão.
Não gosto também das congeladas. Tenha a impressão que estou só consumindo gordura e caloria e nada nutritivo!! Prefiro fazer aqui em casa e congelar, se for o caso, aqui mesmo.
Uma dica: a gente compra queijo só no Grand Cheese. E lá compramos queijo branco e ricotas deliciosas!!!
Um beijo
Kika

Taís Jacques disse...

Nossa Jeanne cada vez que leio um comentario seu sobre as comidas dai, fico apavorada. Primeiro, pq meu irmao ja tinha dito que tudo ai e apimentado (nao posso com comida apimentada) depois tem isso de nada ser igual, nem o cafe, ai ferrou...

Meu maior pesadelo e ir para ai e ter que ficar a base de fast food, imagina onde vou parar... Ja peguei uns sites com receitas de comidas, acho que o negocio e ir me informando aos poucos, e ver o da para fazer. Aqui da minha parte ja estou fazendo regime......pois quando chegar ai fatalmente ganharei alguns quilinhos......

abraços

Tais Jacques