10 janeiro 2008

Family Doctor. Again!

Preciso colocar uma ferramenta de busca nesse blog porque nem eu consigo achar as coisas que quero.
Acho que falei de quando fui fazer "entrevista" com um family doctor pra ver se ele me aceitava, mas não consegui localizar o post.

Pois bem, hoje voltei lá para minha primeira consulta. Depois de 45 minutos de espera ouço alguém pronunciar meu nome "à francesa": Jaaaane.
Já comentei que todo mundo me chama de "Dini"? Até eu! Não gosto mas é a forma mais fácil de fazer esse pessoal pronunciar meu nome.

Tomo um medicamento de uso contínuo receitado por um especialista no Brasil, mas aqui quem o prescreve é o family doctor. Ele me deu uma receita para 3 meses, assim não preciso voltar lá todo mês para pegar a prescrição.

Já da uveíte ele não vai tratar, me encaminhou para um oftalmologista mas não sou eu quem marco a consulta, é a secretária. Algum dia desses ela vai me ligar informado a data da minha consulta. Estranho, né? No Brasil eu tinha controle total sobre com que médico eu queria me consultar, quando e onde.

Acho que não fiquei nem 10 minutos no consultório. Depois que ele me deu a papelada toda começou a escrever na minha ficha e eu com aquela cara de interrogação me perguntando se ele queria mais alguma informação. Não. Olhou pra mim e ficou com aquela cara de "o que você ainda está fazendo aqui?".
Tá bom. Tchau hein, have a good day!

Acho que peguei o sujeito num mau dia. É, deve ser isso mesmo porque da primeira vez ele foi simpático e entendi melhor o que ele dizia. Hoje mal abria a boca pra pronunciar as palavras e eu parecendo retardada pedindo pra ele repetir toda hora. Pelo visto mudarei de family doctor em breve. Eu quero ser atendida por uma doutora, de preferência simpática.

2 comentários:

leticia disse...

é facil mudar de family doctor? ou tb demora muito?
achei um absurdo o tempo de espera pra tratar seu problema dos olhos... :(

MirellA disse...

Embora o sistema de saúde canadense seja justo... eu gosto das comodidades que a gente (classe média) tinha no Brasil.
Mas normalmente as consultas são rapidinhas messsssmo...
Mas tem que se adaptar e no finals, quando vc realmente precisa, o sistema funciona muito bem, né?
bjs