08 fevereiro 2008

Você tem Crédito?

Semana passada meu celular parou de funcionar de vez e decidimos aproveitar a oportunidade para comparar novamente as diversas operadoras. Tivemos que escolher uma logo nos primeiros dias, quando abrimos a conta no banco e algumas vezes eu ficava receoso de que a minha escolha precipitada talvez não fosse a melhor. Aliás, foi por isso mesmo que escolhemos uma que não nos amarrou a um contrato de três anos.
No entanto, depois de seis meses vivendo aqui, tive a mesma impressão quando fiz as comparações: todos os planos são muito parecidos. As diferenças são muito pequenas, mas agora que sabemos o quanto usamos o telefone na nossa nova rotina, pudemos escolher melhor os detalhes que poderiam fazer alguma diferença para nós. Ainda por cima, depois de seis meses exposta aos cachorrinhos das propagandas da Fido, a Jeanne não tinha mesmo muitas dúvidas sobre a mudança.
Só que, para mudar de operadora, precisaríamos de um plano de três anos, o que não seria tão ruim, agora que o medo de ter que voltar correndo para o Brasil já passou. Além disso, na nossa primeira operadora, como havíamos acabado de chegar em Toronto, tivemos que deixar um depósito de $400.00 para compensar a nossa falta de um histórico de crédito canadense. Dessa vez, depois de seis meses pagando direitinho todas as contas, esperávamos não precisar disso.
Assim, depois de uma comparação prévia pela Internet, fomos novamente ao Eaton Centre, onde todas as operadoras têm várias lojas, mas acabamos fisgados por um excelente vendedor, Sam, em um quiosque da Fido. Depois de esclarecer (com muita paciência) todas as nossas dúvidas, chegou a hora de fazer os contratos. Nessa hora, a Jeanne já falou que, se tivesse depósito, ela não assinaria o contrato. O vendedor não deve ter entendido o que ela falou comigo em Português, mas sem dúvida ele conseguiu ler o desânimo no rosto dela quando veio o veredito: $100.00 de depósito (para cada um). Antes que eu pudesse responder qualquer coisa, ele já falou que ia tentar mais uma vez. Depois de algum tempo, ele anuncia satisfeito que nenhum depósito seria necessário. Como? Ele me mostrou.
Inserindo todos os meus dados no formulário, a informação era que meu crédito não era suficiente e o depósito era necessário. Então ele fez uma única alteração: trocou o meu endereço residencial pelo dele, e o crédito foi aprovado sem precisar de depósito! Segundo ele, o problema não é o meu nome estar "sujo", mas alguém no meu prédio que não pagou alguma dívida, e isso coloca todo o meu prédio como uma região "duvidosa". Dá para acreditar?
Final feliz, conseguimos nossos novos telefones, nas embalagens com fotos de cachorrinhos que a Jeanne tanto queria, mas ela ficou indignada com a história do nosso crédito não depender apenas das nossas próprias atitudes, mas também das dos nossos vizinhos, ou mesmo do antigo morador do nosso apartamento.

7 comentários:

Cid Rodrigues de Andrade disse...

Coisas de primeiro mundo!

Anônimo disse...

Isso faz com que TODOS no seu prédio andem na linha, rsrsrs

Helen disse...

Caramba,
Aqui ni brasil temos de se preocupar só com o nosso e aí com o ods outros tb rsrsrsrs.

fatio disse...

Eita nós, nunca tinha ouvido falar disso! :-O
Eu tive um problema com a Rogers e meu nome estava no Equifax como collection...
Olha, pra limpar isto, é uma dor de cabeça que não recomendo à ninguém....
Semana que vem vou pedir um novo report de crédito, quero só ver se finalmente estou "limpa"...

Re disse...

Vixe, já pensou isso aqui no Brasil! rsrsrs
Estaria ferrada...no meu condomínio tem muitos engraçadinhos que não pagam....
Mas ótimo, deu td certo! :)
Bjs

;) Conexao Toronto disse...

Tava achando essa historia um absurdo, mas quando fui comentar como :) a respeito ele falou que na empresa que ele trabalhava no Brasil (de telefones) tb tinha a mesma coisa. Pra certas regioes do Brasil, onde o indice de inadimplencia era muito alto, eles nem vendiam...
Uma grande novidade pra mim...

guerson disse...

Nunca tinha ouvido falar disso! Eu devo ter um crédito muito bom pois o banco adora me dar mais crédito... mas não sei muito bem como adquiri um bom crédito. Ouvi dizer que a melhor maneira é pagando as contas em dia. Ter cartão de crédito é bom também desde que vc pague em dia - não precisa pagar tudo, só o mínimo já basta. mas não sabia que o endereço contava pra alguma coisa... E se a pessoa se mudar? Começa do zero de novo? Eu acho que não pois não tivemos o menor problema quando nos mudamos pra Toronto. Um conselho que o nosso banco nos deu foi o de não transferir as contas da agência em Montreal pra uma agência em Toronto pois senão perderíamos nosso histórico com o banco. Como não há nada que vc tenha que fazer exclusivamente na sua agência - até pedido de cheques e cartões pode ser feito em qualquer agencia - nós seguimos esse conselho...