23 fevereiro 2007

Sistema de Ensino Canadense

Os canadenses dão grande importância ao aprendizado e têm desenvolvido um sistema de educação de primeira linha com altos padrões. O país gasta mais em educação (como porcentagem do produto nacional bruto) comparado com a média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) e está em segundo lugar entre os países do G-8.

Os jovens estão constantemente entre os melhores do mundo em testes internacionais de leitura, ciência e matemática uma prova da notável qualidade das escolas Canadenses. A obtenção de um grau, diploma ou certificado canadense é bem reconhecida no meio dos negócios, no governo e nos ciclos acadêmicos do mundo todo.

O sistema de educação é formado por escolas com financiamento público e por escolas privadas, desde o jardim da infância até a universidade. A educação é de responsabilidade da Província, conforme a constituição do Canadá, o que significa que existem diferenças significativas entre os sistemas educacionais de diferentes províncias. Contudo, os padrões são uniformemente elevados em todo o país.

Geralmente, as crianças freqüentam o jardim de infância por um ou dois anos, na idade de quatro ou cinco anos, em caráter optativo. Todas as crianças iniciam o Primeiro Grau com cerca de seis anos de idade. Normalmente, o ano letivo começa no mês de setembro e vai até o mês de junho seguinte, mas em alguns casos, é possível o ingresso em janeiro. As Escolas Secundárias vão até a 11ª 12ª ou 13ª Série, dependendo da província. Ao completar o ensino médio os estudantes poderão freqüentar a universidade, os colleges (faculdades técnicas) ou os estudos no Cégep. Cégep é um acrônimo francês para Ensino de Educação Geral e Vocacional, e é um programa com dois anos de educação geral ou três anos de educação técnica entre o ensino médio e a universidade. A Província de Quebec possui o sistema Cégep.

Ensino de Alta Qualidade
As instituições educacionais não são classificadas oficialmente no Canadá, uma vez que todas as instituições canadenses oferecem programas de alta qualidade. Ao escolher a sua escola no Canadá, considere o tipo, o tamanho e a localização da instituição. Caso esteja interessado em uma área específica de estudos, investigue quais as escolas que têm mais a oferecer naquela disciplina.

Informações no CEC Brasil.

4 comentários:

.::Ju::. disse...

Oi Jeanne!

Ótimos posts informativos! Gostei do das diferenças culturais tb! Mas e o pedala, como anda? rs

Beijos!

Sandro e Família disse...

Parabéns pelo post que é muito elucidativo e vai ajudar quem ainda está em dúvida se vale ou não a pena ir para o Canadá.
Abraço

Mirella disse...

Gostei do seu post... muito legal.
Realmente as escolas Canadenses são top de linha... mesmo as publicas (divididas entre ensino Católico e não religião).
[]s

Alexandra disse...

Eu fiquei maravilhada com as universidades aqui. A infra-estrutura, dedicação dos professores, qualidade de ensino, é anos-luz do que temos no Brasil (e olha que eu passei por quatro universidades federais consideradas como as melhores do país). Mas vc tem que fazer sua parte - não basta aparecer, levar meio nas coxas, copiar um trabalhinho aqui e outro ali achando que vai ser dar bem... É tolerância zero ao plagiarismo e se vc não meter a cara nos estudos pode até passar, mas a nota vair ser beeeem fraquinha... Para tirar A tem que estudar. Mas vale a pena.