09 novembro 2007

Practice Firms

Existe uma infinidade de Entidades que orientam o imigrante recém chegado ao Canadá a conseguir emprego, desde a elaboração do currículo até a "prática"digamos assim.

Já falei aqui do Job Start e do Skills for Change que possuem workshops de 2 semanas ou mais onde você aprende a elaborar um bom currículo, técnicas de entrevista, cultura canadense entre outras coisas. Tudo isto é teoria.

As Practice Firms são empresas virtuais em que pessoas do Governo trabalham e possuem algumas vagas para que recém-chegados possam exercer sua profissão para adquirir experiência canadense.

Virtual porque o prédio existe fisicamente mas tudo o que você vai fazer lá é virtual, ou seja, se sua área é marketing você vai desempenhar todas as funções do cargo, elaborar flyers e etc, mas nada disso terá valor econômico. O "estagiário" recebe inclusive um holerite e deverá realizar compras pela internet com seu salário mas nenhuma transação vai ocorrer na realidade, apenas no ambiente virtual para que se possa praticar.

São 5500 empresas desse tipo no mundo e 46 aqui no Canadá (será que existe alguma no Brasil?). O site da Real Co. explica bem como funciona:

The virtual company concept is an innovative business program, focused on activity-based learning. This concept provides participants with real business experience and supports them to develop personal qualities and attitudes such as leadership, decision-making, problem solving and communication skills in a group environment, working towards a positive outcome.

A virtual company is a simulated enterprise that is set up and run by its participants with support from employment counsellors and a real sponsor company. Virtual Companies conduct business with other virtual companies in a simulated market economy on a local, national or international basis. The Practice Firm facilitates hands-on experience to all participants in every aspect of business operations. It also strengthens marketing and sales experience through development and implementation of business plans and follow on the subsequent processes once it is implemented.


Claro que você não recebe salário durante as 8 semanas do treinamento mas se conseguir emprego antes desse período você pode sair do programa. Se é válido ou justo fica para uma outra discussão.

O ponto positivo que vejo nisso é que você não precisa ter medo de errar e ainda pode desenvolver suas "communications skills", ou seja, dar uma turbinada no Inglês de índio que você chega falando.

Ah, um "conselheiro" deve te indicar para esse programa, depois você vai a uma information session na qual eles explicam como tudo funciona e se seu currículo for interessante e eles tiverem uma vaga na sua área uma entrevista será marcada.

Prepare-se para aquelas peguntas chatérrimas do tipo "Fale-me de uma ocasião em que você resolveu um problema de forma criativa"ou "Descreva uma situação em que você fez algo melhor que seu chefe. Como você lidou com isso depois?

Dependendo do cargo pode existir uma fila de espera e não significa que os primeiros da fila serão os primeiros a conseguir a vaga. Lembre-se que o critério utilizado é o currículo, quanto melhor maior a sua chance de conseguir o "emprego".

2 comentários:

Victor disse...

É interessante esse curso =]

leticia disse...

muito legal, nunca tinha ouvido falar de nada assim.