01 novembro 2007

A difícil arte de cozinhar


Cozinhar para mim nunca foi um problema porque eu simplesmente não cozinhava no Brasil! Ok, de vez em quando eu preparava alguma coisa simples ou um sanduíche light mas aqui preciso cozinhar todos os dias, afinal não dá para comer em restaurante direto.

Já pesquisei vários sites de receitas mas eles sempre colocam ingredientes esquisitos ou pratos calóricos.
Todos os dias penso "vou montar pelo menos um cardápio quinzenal" e aí fico estagnada nos únicos pratos que sei preparar:
  • arroz com lentilha e cebola torrada (comi uma vez num restaurante árabe e adorei)
  • strogonofe de frango/carne (modéstia à parte o meu fica gostoso)
  • macarrão com salsicha (é o salvador da pátria quando não tem mais nada em casa)
  • sopa de legumes (preciso aprender porque a minha não fica boa)
  • arroz com feijão e quibe assado (o quibe eu conheci no bandejão da USP e era um dos raros pratos bons de lá)
Esses pratos devem ser preparados apenas para o almoço porque contém bastante carboidrato, o que significa aumento de peso. Desta forma, à noite deverá ter alguma coisa mais leve como uma saladinha ou um sanduíche natural. Problema1: o Pedro não come coisas que nascem na natureza só aquelas que "nascem" dentro das fábricas. Problema 2: nenhum de nós come peixe de espécie alguma, o que nos dificulta a vida, já que se faz maravilhas com uma lata de atum.

O meu almoço de hoje foi um potinho de cuscuz marroquinho (200 calorias) que não estava gostoso e uma saladinha de folhas, mas já não tenho idéia do que preparar para o jantar ou para o Pedro levar para o trabalho.

Para quem gosta da arte de cozinhar a criatividade não deve faltar, mas no meu caso ela passou longe, portanto aceito sugestões de pratos fáceis de preparar, coisas que vocês comem no dia-a-dia.

Confesso que uma vez uma nutricionista montou um cardápio mensal pra mim mas quem aguenta comer frango grelhado todo dia?

14 comentários:

Andréa disse...

Jeanne, tem um blog que leio todos os dias, o Chucrute com Salsicha, em que a Fernanda dá muitas dicas legais, receitas diferentes e as fotos são de dar água na boca. Dê uma passada lá e veja se tem algo que você goste...

http://www.chucrutecomsalsicha.com/

Além das receitas ela tem uma lista interminável de outros blogs sobre culinária. Quem sabe você não encontra algo mais?

Bom apetite!!


Beijos,

Andréa

P.S.: Eu e meu marido estaremos em Toronto a partir de 10 de dezembro. Se vocês toparem, podemos nos conhecer pessoalmente. Estamos tentando marcar também com o Flávio Ferreira, o Fernando Katayama e a Paula...

Jeanne disse...

Andréa, passe seu e-mail para mim:
jminozzo@gmail.com

Bjs

;) Conexao Toronto disse...

Ai, Jeanne, eu tb tenho esse problema.. Mas ate que gosto de cozinhar e sei fazer algumas coisas gostosas, mas quem anima depois de um dia de trabalhoainda ter que fazer jantar?
Nos apelamos pros MIchelina's ou weight watchers congelados da vida, ou entao um sanduichinho de pao com peito de peru pro almoco.
Mas pelo menos uma vez por semana me dou ao luxo de comer em algum restaurante da vizinhaca do meu trabalho..
Realmente, comer bem eh algo dificil por aqui..
O que eu faco, quando pinta vontade, eh uma salada com bastante graos, queijo feta, e croutons.. Eh uma refeicao sozinha..
Tb adoro salada de macarrao..

Bjs!!!

;)

Paula Regina disse...

Jeanne,
Vc precisa partir para os assados semi-prontos que são fáceis de preparar e há algumas boas e gostosas opções como a Lasanha de frango da marca MC (Master Choice) do Dominion que é uma delícia e tudo que vc precisa fazer é colocar no forno e pronto! Nós aqui em casa não temos o problema de vcs pois comemos de um tudo mas com ambos trabalhando agora tenho optado mais pelos assados que são mais rápidos e práticos além de muita salada pois ao contrário do Pedro eu como tudo que nasce na natureza (dei risada com a analogia).
bjs

Sandra e Evaldo Vicente disse...

Vai no Chucrute com salsicha. Ela é meio natureba também.

Mirella disse...

Oi Jeanne,
Eu gosto de cozinhar, mas não sou muito boa no assunto...
Olha... esse site é bem legal; http://tudogostoso.uol.com.br/

Vira e mexe eu acho umas receitas ótimas lá.

bjs

Thelma disse...

Jeanne, então somos 2, viu? Eu comecei a cozinhar quando começaram as aulas das crias. Ai, ai...
A Dani, da Marcha dos Pinguins, me passou um site de receitas que eu adorei e uso sempre: www.allrecipes.com
Tem receitas simples, sofisticadas, de todos os gostos! ;-)

Lucianna disse...

Ola Jeanne,

Da uma passado no site da Nestle, www.nestle.com.br, la tem varias receitas gostosas e faceis, e no proprio site vc pode montar um cardapio... quando quero coisas novas sempre vou la

abracos

Alexandra disse...

Oi Jeanne,

Como vc sabe, eu ADORO inventar moda na cozinha! Também adoro nutrição e aprender mais coisas na área. Se não fosse a historia eu seria nutricionista... Por outro lado, é super difícil pra mim me animar a cozinhar todos os dias. Eu não gosto de rotina e não gosto de fazer nada obrigada. Acabamos comendo fora mais do que deveríamos... Estou tentando acabar com essa prática...

Ontem a noite fizemos um jantarzinho light. Sopa de cenoura com gengibre e espinafre. Super fácil, light e economica. Vc vai precisar de um hand blender (http://www.cooking.com/products/shprodde.asp?SKU=206387); é barato e uma mão na roda pra fazer sopas, pures, etc...

2-3 cenouras grandes
2 batatas (eu uso yukon gold)
1 alho poró (leek)
2 cebolas pequenas
alho e gengibre (se vc gosta de alho, coloque a vontade; quanto ao gengibre, pique mais ou menos 1 cm)
espinafre, picado em tiras (uma mão cheia mais ou menos)

Doure o alho e o gengibre em um pouco de azeite. Adicione as cenouras, batatas, alho poró picados. Cubra com agua e deixe ferver. Quando ferver adicione sal e pimenta do reino a gosto. Vc pode tambem colocar caldo de galinha se gostar ao inves do sal.

Deixe cozinhar até os legumes estarem bem macios. Bata a sopa com o hand blender, até fazer um purê. Adicione o espinafre cortado em tiras e ajuste os temperos. Eu adicionei um pouco de curcuma pra sopa ficar mais nutritiva...

PS: meu clinico geral/homeopata/nutricionista/
especialista em medicina chinese, etc que eu tinha no Brasil dizia pra evitar arroz, feijão e massas no jantar. Para o jantar ele recomendava raízes (batata, cenoura, inhame, beterraba), carne branca (carne de porco magra, peixe ou frango), folhas a vontade, e o que ele chamava de "frutos e flores" (abobora, abobrinha, chuchu, brocoli, couve-flor, tomate, pepino, beringela...).

Confesso que seguia isso no Brasil mas aqui não sigo tanto.

leticia disse...

jeanne, gostaria de ajudar mas não cozinho lhufas...

Ramalho disse...

Alguém sabe como se torra cebola, aquela que vai no arroz com lentilha? Frita, acho que ela não é.

Ramalho disse...

Salada de feijão fradinho: cozinhar o feijão em água e sal a gosto. Cortar em pedaços pequenos pimentão, tomate, cebola, azeitona, ovo cozido. Por um pouco de pimenta do reino em pó e sal. Escorrer o feijão e misturar tudo - o feijão com o que foi cortado em pedaços. Temperar com azeite e vinagre.

Bem, agora eu pergunto, de novo: como se torra a cebola do prato árabe?

Jeanne disse...

Eu não sei como a cebola deve ser torrada, mas eu coloco numa frigideira sem óleo e fico mexendo até ela ficar torradinha.

Ramalho disse...

Muito obrigado.Vou tentar. Abço.