24 julho 2007

Abrindo uma conta no banco

O dia de ontem foi praticamente dedicado à busca por celulares e à abertura de uma conta no banco.
Fomos primeiro ao Scotiabank já sabendo que não seria fácil fazer negócio por lá. A princípio, ficamos impressionados com um cartaz na entrada dizendo que podíamos ser atendidos em vários idiomas, inclusive Português! A moça que nos atendeu foi simpática mas descartou qualquer possibilidade de abrirmos conta lá sem termos um endereço fixo.
Chegando em casa li no folheto que ela nos deu que a falta de um endereço não te impede de abrir uma conta. Bom, pior pro banco que deixou de ganhar 2 clientes que vieram com um pouquinho de dinheiro pra deixar pra eles.

Em seguida fomos ao TD Canada Trust, que é uma espécie de Bradesco porque tem em qualquer esquina.
Quem nos atendeu gentilmente (até demais, hehehe) foi o Daniel. Deu-nos até dicas sobre operadoras de celular e nos ensinou a andar de metrô. Um amor de pessoa!
Havia outros funcionários no banco que me pareceram educados demais, assim como o Daniel. Pouco tempo depois descobrimos o motivo: estávamos em Gay Village! (rsrsrsrsrs) Na rua da agência vimos um monte de bandeiras do arco-íris, e dentro da agência também. Eles devem estar preparados para atender a esse público "seleto".
Foi por isso que tive a impressão de ter tanto homossexual por aqui, estamos no bairro deles!
Isso é muito bom porque os gays são sempre mais atenciosos, gentis e educados que os ditos "machões".

Já nos tornamos fregueses do Eaton Centre porque vamos lá todos os dias. Ontem fizemos uma pesquisa sobre as 3 operadoras que o Daniel recomendou: Bell, Telus e a Rogers.
Todas oferecem planos muito parecidos mas te amarram num contrato de 3 anos.
Hoje voltamos lá e acabamos optando por uma espécie de suboperadora da Bell chamada Solo Mobile, que torna as coisas mais acessíveis para pobres imigrantes como nós, já que não nos amarra a contrato nenhum (depois ficamos sabendo que a Rogers tem uma suboperadora parecida, a Fido Solutions, mas nem fomos atrás para evitar qualquer arrependimento, pois já tínhamos assinado com a Solo).
Como não temos histórico de crédito fomos obrigados a deixar um depósito por 6 meses e se pagarmos todas as contas em dia teremos o valor de volta no final desse período.

Seguimos para North York para procurar apartamento e solicitar o SIN.
Descemos na estação Sheppard do metrô e andamos pela Yonge Street até o número 4900.
O cara que nos atendeu parecia que tinha cheirado todas, não sabia responder uma única pergunta.
O formulário do SIN exigia um endereço mas como não tínhamos o CEP resolvemos voltar para casa e enviar o formulário via internet mesmo.

Depois fomos até o prédio da Dani mas a moça da administradora nos informou que só teria apartamento disponível para 01 de setembro. No way!
Elas nos enviou então para uma administradora no centro, a Jazz Residences on Church.
O apartamento é até bem cuidado mas caro para o tamanho e localização, fica em frente a uma igreja cheia de mendigos.
Além do mais, nos exigiram um fiador além do primeiro e último mês de aluguel. Como me disseram que essa prática de fiador é ilegal eu fiquei p* da vida com o cara e resolvi continuar minha busca.
Já fiz alguns contatos e vamos ver o que amanhã nos reserva.

Quem souber de alguém que queira alugar um apartamento de 1 dormitório para um casal de imigrantes idôneo, pobre mas limpinho, por favor ente em contato conosco!


Estas bandeiras coloridas do "orgulho gay"estão espalhadas por várias ruas aqui na região e nas mesas do banco em que abrimos conta.

6 comentários:

Alexandra disse...

Oi jeanne!!

Esse é o meu bairro!! Por acaso o TD que vc foi não é o que fica na esquina da Wellesley com a Church, não? Pois é, moro na Maitland, entre Church & Yonge. Gosto muito dessa area.

Minha conta tambem eh do TD. Nunca tive problemas com eles...

Boa sorte na caça ao novo lar! Se quiser, dá uma passada no meu predio, às vezes eles têm apartamentos pra alugar. O escritorio fica no 50 Alexander St, entre Yonge & Church.

Um abraço!

Camila disse...

E você ainda arranja tempo pra escrever esse post cheio de informação... até com os links!!!

Onde vi muito essas bandeirinhas de arco-iris foi em Montreal. Por todos os lados, em vários restaurantes, hotéis, etc... e eu ainda fui durante a 1ª Olímipiada Gay de Montreal!!!

Boa sorte na procura do apartamento... Não sei se, na prática, é realmente útil, mas o http://www.viewit.ca/ tem vários imóveis pra locação, sempre com fotos.

Estou torcendo!

Camila.

Andréa disse...

Oi, Jeanne! Que bom que vocês já conseguiram iniciar algumas coisas... Boa sorte com os apês! Como ainda estou no Rio, não posso ajudar, mas sempre dou uma olhada na craigslist... Quem sabe não te ajuda... (http://toronto.craigslist.org/).
E os "pets", já conseguiu mandá-los pra Toronto? Como ficou aquela história da Sysbrac? Deu tudo certo? Gostaria muito que você me contasse os detalhes, pois estou pretendendo levar meu cão...

Beijos e boa sorte!

Andréa

Luly :) disse...

Oi Jeanne!

Bem vinda às terras geladas!!! :-)
Te mandei um mail.

Bjos.

Paula Regina disse...

Oi Jeanne,
Seja bem vinda à Toronto e ao mundo maravilhoso do imigrante...rsrs
bjs

leticia disse...

Jeanne, vocês já começaram a dar varios passos importantes por aí, espero que o proximo seja arrumar um lugar legal para morarem. Ainda não fui no Plinio, mas assim que levar meus dogs pra tomar banho te mando notícias.
abraços