23 abril 2007

Diferenças Culturais II

Em 22 de fevereiro escrevi sobre as diferenças culturais entre Brasil e Canadá. Hoje volto ao assunto porque li em alguns lugares que os canadenses são muito "pacatos", não questionam as regras, apenas as seguem.

Pois é, isso ficou martelando na minha cabeça até que um fato ocorrido na semana passada me deu uma luz para entender essa afirmação.
Os americanos abrem tickets para que executemos tarefas como inclusão ou alteração de materiais no SAP e esses tickets têm um tempo para serem resolvidos senão meu chefe fica com uma avaliação ruim e não ganha dinheirinho no fim do ano. Pois bem, como esses materiais geralmente são compartilhados por vários países tenho que consultá-los antes de alterá-los a esmo e isso demora até 5 dias. Com isso, o prazo dos tickets estava sempre estourando e como eu estava recebendo quase 10 por semana vocês já devem imaginar como meu chefe ficou contente. Desta forma, ele me disse para fechar esses tickets assim que eu abrisse as requests pra consultar os mercados.

Isso ocorreu no dia 19 abril porque meus tickets tinham vencido 3 dias antes. Resolvi então explicar aos americanos o novo procedimento. Até aí so far so good. Eis que no dia seguinte, ou seja, 20 de abril, o primeiro e-mail que abro era justamente dos americanos dizendo que não sabiam se tinham entendido o novo procedimento porque havia tickets vencidos ainda abertos. Well...respiro fundo, tomo fôlego e finalmente entendo o motivo do questionamento. Expliquei que o procedimento seria válido apenas para tickets abertos a partir do dia 19 e os tickes em questão eram do dia 16 e blá,blá,blá.

Qual a conclusão disso tudo? Provavelmente eles pensaram: os brasileiros dizem uma coisa e fazem outra. Sim, foi aí que compreendi que talvez os canadenses não sejam seres apáticos, pacatos e sem questionamento. Eles simplesmente seguem as regras tal qual elas são, não existe excessão ou "jeitinho" para resolver/facilitar as coisas.
Temos tido vários "conflitos" desse tipo no qual os americanos não entendem atitudes nossas e nós não entendemos por que eles não podem pensar um pouquinho e "adivinhar"que se fizemos algo de determinada forma foi para driblar a burocaracia, ou ganhar tempo, ou fazer a coisa de maneira mais inteligente, etc. Para nós é óbvio burlar o regulamento.

Outra questão que me fez pensar sobre essa diferença é com relação às leis de trânsito.
O que tem de motorista aqui que passa em sinal vermelho ou de pedestre que não atravessa na faixa é impressionante.

Você irá pensar: mas SP é uma cidade muito perigosa e parar em semáforos à noite pode ser muito arriscado, melhor ganhar uma multa do que perder a vida. E aqueles que passam no vermelho a qualquer hora do dia? Qual a justificativa para não seguir a lei? Falta de educação? Falta de punição?

E por que o pedestre prefere atravessar fora da faixa arriscando a vida (porque aqui quando o motorista te vê ele acelera pra te pegar) ao invés de andar um pouquinho mais e atravesar de acordo com a lei?

Há controvérsias, mas sempre ouvi falar que no Canadá os motoristas respeitam as leis de trânsito, não passam em semáforos vermelhos por exemplo, e que o pedestre não atravessa fora da faixa.

Talvez isso fosse motivo para dizer que o canadense não questiona as regras, simplesmente as obedece. Mas será que existe margem para questionamento a essas LEIS?

Por incrível que pareça, essa afirmação sobre a falta de questionamento do canadense foi feita por um próprio nativo do Canadá! Infelizmente não me lembro onde li isso.
:(

7 comentários:

Anônimo disse...

quando todos obedecem as regras, tudo fica mais fácil e ninguém se sente prejudicado porque o fulano foi desonesto. quanto ao carro com ar, vc compra um aqui baratinho.

:)
conexaotoronto.blogspot.com

Fabi disse...

Realmente, aqui existe muito mais respeito às leis de trânsito do que no Brasil, mas existem sim os malucos. Hoje mesmo eu e o Cleber quase fomos atropelados atravessando em uma das faixas que os motoristas mais tem que obedecer (tem isso ainda, vários tipos de faixa, disso e daquilo...). E eu já vi canadense atravessando a avenida entre um farol e outro!!!!!! Bjokas

Van disse...

Eu acho excelente esse comportamento de obedecer as regras. O jeitinho brasileiro de burlar as coisas me irrita muitas vezes.
Também acho que essa ou outra característica dos canadenses ou de qualquer outro povo nunca será Hour Concour. Uns gostam, outros não.
Beijo

.::Ju::. disse...

Oi Jeanne!

Ai, ai....esse jeitinho brasileiro é fogo...já me revoltei várias vezes ainda mais pq quando vc quer seguir as regras por aqui vc não é correto e honesto vc é trouxa! Acho isso o cumulo!

beijos!

disse...

Oi Jeanne, tudo bem???

Pois eh, olha quando vc vier voce vera como ha bem mais respeito as leis em tudo em geral!!! Nos estamos aqui ha quase um mes e para nos ha uma diferenca enorme nas ruas! Sim, como disse a Fabi, sempre tem uns loucos, mas mesmo assim, a diferenca eh grande!!!
Ahh, estamos morando ao norte de Downtown!!! Eh muito bom! Estamos adorando o lugar! Eh super agitado, tem bastante restaurante, bares, drogarias, lojas, tudo!
Beijos
Lu

leticia disse...

oi!
jeanne cheguei agora no seu blog, por um comentário no blog rosa dos ventos onde vc falava das duvidas em imigrar com cachorros... vc não sabe como estou feliz em encontrar mais alguem que pretende ir pro Canada levando os pets (no nosso caso são 3!!!)
estamos no comecinho do processo e espero acompanhar o seu de perto.
abraços
leticia
www.chorumelas.net

Alexandra disse...

eu gosto muito desse respeito as leis. Não acho que os canadenses obedecem as regras sem questionar pois quando as regras não fazem o MENOR sentido, eles questionam sim...

mas a vida é infinitamente mais fácil quando vc pode confiar que as pessoas vão fazer o que tem que ser feito... Detesto o tal jeitinho brasileiro que na verdade é uma maneira bem egoísta de se viver...