16 agosto 2008

Malas


A compra das malas foi um grande dilema para nós porque lemos muitas opiniões divergentes mas a maioria falava que era melhor comprar malas de boa qualidade por causa da forma como elas eram (mal) manuseadas no aeroporto.

Depois de nossa vinda para cá e de uma ida aos EUA chegamos à conclusão que não vale a pena gastar dinheiro com malas caras porque nas duas viagens que fizemos elas foram danificadas.

Quando viemos do Brasil uma de minhas malas (novinha em folha) chegou com o (grosso) tecido rasgado e na outra vez quebraram uma das rodinhas e a sujaram toda. Portanto, se você não quiser disperdiçar seu rico dinheirinho nem pense em comprar algo de alta qualidade porque existe uma grande possibilidade de que sua mala não chegue no mesmo estado em que saiu do Brasil.

E o que fazer se sua bagagaem foi muito danificada?

Em casos de dano, a bagagem deve ser retirada da esteira do aeroporto pelo passageiro, que precisa comunicar o problema à empresa aérea. Um relatório será preenchido em três vias (uma fica com o passageiro) contendo todos os detalhes sobre os danos, apontando até mesmo as possibilidades de reparo.
A empresa aérea imediatamente promoverá investigação e se responsabilizará pelo pagamento de indenização ou reparo, na forma da lei, ressalvados os casos de dolo, má-fé, ou, ainda, embalagem inadequada para transporte.
A empresa aérea não aceita reclamações referentes a dinheiro, jóias, máquinas fotográficas, filmadoras e outros objetos de valor. O passageiro deve ler atentamente a contra capa do bilhete de passagem, onde constam as limitações de responsabilidade da empresa aérea no transporte da bagagem.
Ao deixar para reclamar de dano, violação ou extravio, por carta, o passageiro está sujeito a prazos imprevisíveis para receber indenizações.

6 comentários:

Simone Takayama disse...

Oiê! Olha, nesse quesito, não posso me queixar, tenho tido sorte. A mala que comprei no Brasil quando me mudei pra China não foi das mais baratas, mas ela está não só inteira como ótima até hoje (4 anos depois) e considere que a danada é bem viajada, pelo menos, 2 viagens internacionais por ano. Já as malas que comprei aqui na China (baratíssimas, por sinal) não duram tanto, mas nunca me deixaram na mão no meio de uma viagem, por exemplo. Mas você tem toda a razão, eles "detonam" as malas, jogam de qualquer jeito, não têm cuidado nenhum ...
Beijos!
Si

Fer & Rê disse...

jeanne, estou a horas pra te dizer sobre o curriculo do renato. Ele estava num processo de seleção em uma empresa aqui e vai começar a trabalhar, estamos super felizes e por isso ele estava segurando um pouco pra te mandar o currículo.
Graças a Deus, deu tudo certo e ele começou hoje.
Bem, depois conto no blog.
Beijos e mais uma vez obrigada pelo apoio.
Fer.

K disse...

Eu comprei a minha mala "oficial" há mais de dois anos numa promoção. Logo no primeiro trecho da viagem, ela chegou com um rasgado. Desde então, é assim. Cada viagem, uma cicatriz. Mas agora eu já não fico com pena... olho pra todas as marcas e penso que cada uma delas é lembrança de uma viagem. Enquanto ela aguentar, será minha companheira de aventuras :)

Beijo,

K.

;) Conexao Toronto disse...

Comprei uma mala boa e outra mais ou menos.. A mais ou menos ja era depois da segunda viagem: quebrou a alca que a gente usa pra puxar. Agora uso como guarda-roupa pra alternar roupas de inverno e verao.. MAs acho besteira gastar muito por um outro motivo: depois da mudanca, quantas viagens vc precisara carregar 32 kg novamente?

;)

Mirella disse...

Bão... eu adoro uma mala, né? Pois mala me lembra viagens eheheh!
Na minha opinião, o importante é comprar mala com ziper bom e duras nos lados para que suas coisas cheguem menos amarrotadas.
Destruir... o povo destroi mesmo, mas eu prefiro pagar um pouquinho mais para uma mala de média qualidade, do que ficar com aquelas bem baratinhas e que não terão chance de sobreviver a mais que duas viagens internacionais :0)
bjs

Ju e Ivan disse...

Ai,ai....nem me fala de malas...depois de todo o rolo com a United 3 das 4 malas do meu irmão chegaram rasgadas. Ele foi reclamar no guichê da United logo que saiu com as malas rasgadas e disseram que ele deveria levar as malas vazias pq eles iriam mandar costurar. Agora me diz uma coisa, se mala inteira já não aguenta uma viagem, imagina costurada?? O jeito é tentar levar tudo em mala de mão mesmo e evitar despachar bagagem.

Beijos,
Ju